Paris – Le Relais Louis XIII **

Todos temos histórias e super-heróis que nos marcam enquanto crianças, a minha foi sem dúvida a de Alexandre Dumas, com o simples titulo de Os três Mosqueteiros. O inocente jovem D’Artagnan que ambicionava defender o mundo de capa e espada onde a honra ainda contava para alguma coisa. Adiante. A ideia de almoçar no Relais Louis XIII surge não só pelo chef Manuel Martinez (MOF) ou pelas duas estrelas Michelin, mas também pelo espaço que lhe dá origem, uma antiga casa do século XVI que segundo a história foi o local onde Louis XIII foi coroado Rei de França, para os mais distraídos, Louis XIII e o seu governo são a base da história por detrás de Os três mosqueteiros.

Contos à parte, o Relais Louis XIII é um espaço acolhedor, bem decorado e acima de tudo um bom exemplo de recuperação e manutenção, que facilmente nos transporta no tempo. Quanto à refeição em si começamos com uma selecção de excelentes pães que acompanharam toda a refeição e uma boa manteiga bretã. Seguiu-se um leve Amuse Buche (cenoura ralada, com coentros e especiarias) que fez aquilo que lhe competia, abrindo o palato com uma boa conjugação de sabores.

Ravioli de Lavegante, foie gras e creme de Cèpes de Bordeaux (55€)
Um ravioli gigantesco que envolvia um grande e suculento pedaço de lavegante, com massa al dente e um pouco de foie que não se sobrepôs aos demais sabores. Ótimo creme de cogumelos que ligou harmoniosamente todos os sabores.

Crème brûlée de Foie gras, aveludado de héliantis, lentilhas verdes e presunto ibérico (49€)
Uma entrada forte e pesada que daria perfeitamente para duas pessoas, sendo a quantidade o seu único defeito. Creme ligeiro de Héliantis ( tubérculo próximo do topinambur) que escondia um delicado, cremoso mas também pesado brûlée de foie gras, o seu sabor intenso combinou bem com creme, as lentilhas trouxeram ao prato um elemento textural interessante.

Liguado ao Meunière, esparguete de lulas e aipo à carbonara (59€)
Aqui revela-se bem a mestria da técnica francesa, um perfeito linguado au Meunière, bem preparado (não fosse uma milimétrica espinha) e confecionado. O destaque e a diferença vai claramente para o “spaghetti” de lulas e aipo com finíssimos pedaços de pancetta e um leve e maravilhoso molho de carbonara que fez o prato voar bem alto.Memorável.
Robalo de linha na chapa, manteiga de lagosta e alho francês e batata ratte (59€)
Este prato era suposto ser servido com Pregado selvagem, mas na ausência deste espécime foi magistralmente substituído por um robalo do mar. A coação do peixe estava perfeita, pele crocante, carne húmida e bem tratada. Mais uma vez revela-se a técnica francesa através do corte dos legumes (curgete, aipo, alho francês, couve flor, héliantis) e a sua leve confecção. Tudo magistralmente ligado por um fantástico molho de manteiga, lagosta e alho francês.
Tarte de manga e abacate, geleia de gin e baunilha com sorbet de limão e manjericão (18€)
Uma sobremesa leve e fresca era o que se pretendia e assim se cumpriu. Uma fina tarte com base de sablé, um creme leve de manga e finas fatias de manga e abacate. Deliciosa. Já o sorbet apresentava uma textura irrepreensível com uma ótima conjugação do manjericão com o limão.

Barra de chocolate de leite Jivara com limão e coco, sorbet Jivara (17€)
Apesar da sua simples apresentação esta sobremesa escondia dentro de si um dos pontos altos da refeição, a fazer lembrar o clássico Bounty. Fina camada de chocolate Jivara, interior com creme de gelado de coco e base de limão, acompanhado por incrível sorbet de chocolate jivara.

Mignardises

O Serviço de sala é bem afinado, atento e cordial sem demasiadas regras. Toda a refeição correu sem erros de serviço e com notas bastante positivas, principalmente para uma casa completamente cheia no horário de almoço. A carta de vinhos é extensa, e o seu escanção era assertivo e eficaz.

Considerações Finais
Localizado num local com história, o restaurante galardoado com 2 estrelas do guia vermelho, o Relais Louis XIII revela-se um restaurante clássico com uma cozinha de elevada qualidade mas que fora de França dificilmente obteria as 2 estrelas (os critérios do guia serão sempre complicados). O chefe Manuel Martinez,  antigo vencedor do MOF, recorre às mais tradicionais técnicas e pratos franceses dando-lhes um cunho pessoal  com elementos que fazem a diferença. Vale bem a visita pelo espaço/ambiente e principalmente pelo menu de almoço onde podemos escolher entrada+prato+sobremehttp://www.flavorsandsenses.com/wp-admin/post.php?post=1482&action=editsa da carta por 50€ fugindo assim aos elevados preços praticados ao jantar.

Le Relais Louis XIII
8, rue des Grands-Augustins, 75006 Paris
+33 (0) 1 43 26 75 96

Esta entrada foi publicada em Restaurantes - França e com as tags , , , , , . Bookmark the link permanente. Publicar comentário ou deixar um trackback: URL de Trackback.

Publicar Comentário

O seu endereço de e-mail nunca será publicado ou partilhado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*

Pode usar as seguintes tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>