Locanda del Molino

Uns dias livres são sempre uma boa desculpa para uma rápida visita a Itália, mais propriamente aos vales e encostas encantados da Toscana. Como gosto de acreditar que é sempre bom voltar onde já se foi feliz, regressamos à encantadora cidade de Cortona para mais uma estádia no Relais Il Falconiere (ver).

Na ânsia de uma cozinha tradicional, bem ao jeito das avós italianas, acabamos a noite na Locanda del Molino, um pequeno restaurante e hotel de charme, também ele pertença da família Baracchi. 

Localizado no antigo lagar de azeite da família, o espaço é um hino à boa recuperação italiana, mantendo bem as suas raízes e traça histórica, num espaço confortável em que apetece estar e efectivamente nos sentimos na verdadeira Toscana.

Mas passemos ao que nos levou até ali, una vera cucina italiana. A surpresa começou rápido, chegados ainda cedo ao restaurante, somos apanhados a meio de uma aula sobre pizza para os hóspedes da Locanda, que decidimos também nós abraçar.

Espanto maior só quando a Cíntia nos brinda com a sua primeira pizza!

 A Cíntia e a sua 1ª Pizza

Entre fatias de pizza, copos de vinho e algumas dicas sobre a massa e o trabalho no forno, lá seguimos para a mesa.

Pão e azeite na mesa, ou não estivéssemos num antigo lagar de azeite, enquanto vamos escolhendo os pratos que viriam a revelar-se numa escolha acertada.

Flor de curgete recheada com ricotta e molho de manjericão 
E não podíamos começar de uma forma mais italiana e irrepreensível, ótimos flores com recheio na medida certa e as notas do manjericão e do azeite que elevam o conjunto. Muito bom!

Tagliatelle com ragù de coelho e Tagliolini rosa com molho de parmesão e trufa preta
Na dificuldade de escolher entre as pastas frescas optamos por partilhar duas. E em boa hora o fizemos, ambas cozinhadas no ponto, com nota especial para o delicado e saboroso ragù de coelho, nada seco e cheio de nuances, e para o sabor rico e generoso do molho de parmesão e trufa.

Ossobuco com ervilhas e pancetta
Para o secondi, optou-se por um prato de tacho, também ele em bom nível de sabor e cocção. Carne a desfazer e ainda suculenta, bem acompanhada pela combinação clássica de ervilhas e pancetta.

Crostata de amora e pinhões 
Uma tarte de aspecto rude e bem familiar é o que se pede num espaço como a Locanda del Molino. Ótima no sabor do recheio de amora e pinhão, pecou pelo excesso de massa que lhe serve de base. Mais fina e teria sido um êxito!

Tiramisù
Uma sobremesa pouco toscana, mas vá estamos em Itália, equilibrado na presença do café e com um creme de mascarpone de alto nível. Acompanhou estranhamente bem com as fatias de maçã que o acompanhavam e equilibravam na frescura e doçura. Um ótimo final!

A mesa bebeu-se um Syrah Smeriglio da família Baracchi, um DOC de Cortona, de cor intensa, e de nariz bem vincado, com notas de especiarias, frutos vermelhos e algum café e baunilha. Na boca segue o mesmo padrão, com uma boa persistência e riqueza de sabor a frutos. Uma boa companhia para os pratos de sabores mais ricos como foi o caso do nosso jantar.


Serviço amigável e familiar, sem pressas ou momentos de stress, bem à italiana, que nos fez sentir como parte da casa num jantar de família.

Considerações Finais 
A Locanda del Molino é um ponto de paragem obrigatório para quem passa por aquela zona da Toscana, seja para dormir, ou como nós, para ter uma refeição ao bom jeito das avós. O ambiente é autêntico assim como os pratos criados por Silvia Baracchi (*Michelin, no Relais Il Falconiere).  Os preços praticados são justos pela qualidade da cozinha e dos produtos o que nem sempre é fácil de encontrar em espaços muito frequentados por turistas.

Agora só me resta voltar a Cortona e continuar a ser feliz!

Locanda del Molino
Preço Médio: 30€ por pessoa sem vinhos
Località Montanare 10, Cortona
+39 0575 614 016

English Version

Fotos: Flavors & Senses

This entry was posted in Restaurantes - Itália and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

One Trackback

Skomentuj

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*