Casa Vasco

Casavasco - 10

 

A Casa Vasco foi o último espaço aberto pelo Danny Meyer portuense; Vasco Mourão, ocupando a antiga esquina do Cafeína Fooding House. Ao dar o seu nome ao espaço, Vasco quis certamente criar um ambiente diferente dos seus outros restaurantes, uma casa, que pudesse também ser uma tasca ou uma taberna de bairro, onde os seus amigos (e clientes claro!) se poderiam juntar a qualquer hora do dia para comer e beber sem grandes formalidades.

Mas falamos da Foz do Douro e uma Taberna ou Casa de Pasto têm que ter algo mais do que comida e vinho para satisfazer a clientela. Com a decoração também a cargo da família Mourão, o espaço prima por um ambiente acolhedor numa mescla bem conseguida entre o industrial das cadeiras, o rústico das madeiras e a modernidade dos tons e detalhes. Na comida a Casa Vasco encontrou o conceito ideal na informalidade da cozinha latina, ou não fosse Camilo Jaña (o chef responsável) um orgulhoso Chileno.

Casavasco - 9Couvert

Mas passemos à nossa experiência. Chegados à hora marcada somos gentilmente acompanhados à nossa mesa, onde rapidamente surge o couvert (1,80€), um bom pão, acompanhado de azeitonas, uma ótima manteiga fumada e um excelente tomate, pelado e marinado com azeite, alho e ervas que se torna uma fantástica (e menos pecaminosa) companhia para o pão.

A Carta está dividida em várias categorias, como “Comes”, “No Pão”, “Verdes”, “Made in Portugal” e “B.B.Q. Natural”, sendo que acabamos por escolher algumas opções entre as várias categorias para partilhar.

Casavasco - 8Ceviche do Dia (6,5€)
Quem segue o blog já sabe da minha perdição por ceviche, e Camilo Jaña sabe o que faz quando o assunto é um dos pratos mais amados da sua região. Uma mistura de corvina e salmão, com gambas, um excelente puré de abacate e o tempero ácido e certeiro com o picante no ponto. Nota positiva para a combinação com o crocante das tortilhas. Faltou-me, provavelmente pela taça do empratamento, um pouco mais de líquido do tempero, Leche de tigre (gosto de o beber à colher!). Excelente início.

Casavasco - 7Tataki de Salmão, puré de abacate e algas (6,5€)
Prato de fusão em que a cozinha Oriental se enquadra bem no conceito do restaurante, com um tataki bem selado e peixe suculento, muito bem combinado com o puré de abacate, o sabor a mar das algas e o molho à base de soja que tempera e eleva os sabores do prato.

Casavasco - 6Ovos Rancheros (4,5€)
Uma bem preparada e crocante tortilha, ao estilo dos tacos americanos, recheada com um interessante molho de tomate, e um ovo estrelado com a gema no ponto (o mesmo que dizer crua) que dá untuosidade e liga bem com os restantes elementos. Boa comida de conforto! Pena a dose não trazer mais um tacozinho!

Casavasco - 5B.B.Q. Burger (8€)
Hoje não há tasca, casa de petiscos ou pub que não se tenha rendido aos hamburgers, e a Casa Vasco não é excepção. Excelente na apresentação (sabiam que seriam para partilhar), conquistou pela carne mal passada e cheia de sucos, bom também o queijo e o bacon e junção das notas frescas e ligeiramente picantes do agrião. Com um pão mais interessante esta carne bem preparada poderia ser facilmente o melhor hamburger da cidade. Nota alta também para a cebola crocante que o acompanha em vez das habituais e aborrecidas batatas fritas.

Casavasco - 4Tomahawk steak (24€)
Tomahawk é um corte inspirado nos machados dos índios americanos, pela forma como fica com o osso comprido e limpo – neste caso foi serrado, provavelmente para caber melhor na grelha ou na mesa. Carne suficiente para alimentar 2 pessoas ou ser partilhada por 4, apresentada no ponto pedido.  Carne tenra e de bom sabor, bem acompanhada por flor de sal para um tempero a gosto, um  simpático ratatouille, batatas fritas e uma boa salada. Um festim de carne.

Casavasco - 3Brownie de Chocolate Quente e frio (4,5€)
Bolo quente preparado na hora e um excelente gelado caseiro de baunilha. O bolo pecou por excesso de nozes, cujo sabor e textura se sobrepuseram aos restantes elementos do prato.

Casavasco - 2Cheesecake de Chocolate (4,5€)
Bastante mais interessante que o bolo, o cheesecake apresenta uma cremosa e delicada camada de chocolate, sem excesso de doçura sobre uma fina e irrepreensível base de bolacha. Bem acompanhado pelo praliné e pelos morangos marinados que dão alguma leveza e frescura. Muito Bom.

Houve ainda espaço para provar um bom gelado de canela (2,5€), cheio de sabor e sem excessos de açúcar.

A carta de vinhos é outra das mais valias da Casa Vasco, e que a faz distinguir-se da maioria dos restaurantes do género. Uma excelente selecção de vinhos, agora a cargo do mestre Raul Riba D’ave . No nosso copo esteve, e muito bem, o Loureiro da Quinta do Ameal 2014 (16€).

O serviço funcionou correctamente, com simpatia e profissionalismo.

Considerações Finais
A Casa Vasco é, mais uma vez, uma aposta certeira de Vasco Mourão, um cantinho onde apetece estar e que muitos utilizam como ponto de encontro (o horário e serviço alargado permitem isso), numa mescla estranha, mas bem conseguida entre o boteco de rua no Brasil e uma sala cosmopolita de uma grande cidade. A cozinha de Camilo Jaña prepara um verdadeiro festival de pratos, que viajam entre Portugal e a América Latina com especial foque na sua grelha, onde se nota que o chef se sente como um “peixe na água”.

Um espaço abrangente, onde podem passar para um copo, um chá ou para um alargado jantar como este, um ambiente único e alguns pratos que certamente não encontramos em mais nenhum local da cidade. A ir e voltar!

Casa Vasco
Rua do Padrão, 152 – Porto
222180602

English Version

 Fotos: Flavors & Senses

Nota
Estivemos na Casa Vasco a convite, sendo que isso em nada altera o nosso trabalho cuja opinião e o texto são da exclusiva responsabilidade do seu autor.

This entry was posted in Restaurantes - Porto and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

2 Comments

  1. Rosarinho Cruz
    Posted Outubro 4, 2015 at 8:31 pm | Permalink

    Excelente artigo, A Casa Vasco é o verdadeiro cantinho onde apetece estar …..e ficar!

Skomentuj

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*