Forneria São Pedro – Afurada

Se o assunto é fornos, a Forneria sabe tudo, como o próprio nome indica. Aqui a maioria dos seus pratos conhece os aromas de um bom forno a lenha, sejam pizzas, francesinhas, ou bacalhau. Mas desenganem-se aqueles que estão a achar que é mais uma das habituais pizzarias da cidade, aqui existe a mão de um grande chefe da cidade, Luís Américo (um dos sócios) e na verdade isso faz uma grande diferença, grande mesmo. Localizada na marginal de Gaia, junto da nova marina da cidade, o espaço conta com uma vista deslumbrante sobre o Porto e uma decoração bem conseguida, que facilmente nos transporta até Itália, não há toalhas, nem grandes serviços de loiça, mas existe bom serviço, boa disposição e boa comida.

Começamos a refeição com um ótimo pão rústico e boas tostas com azeite de boa qualidade, uma focaccia de alho e mozzarella em excelente forma, e a partir daí foi um desfilar de interessantes entradas e pratos.

Gambas crocantes (7,5€)
Entrada surpresa e oferecida pela gerência apôs uma conversa sobre algumas sugestões. As gambas envoltas em batata e posteriormente frita estavam bastante interessantes, a fritura foi realizada na perfeição sem gorduras e com a batata verdadeiramente crocante. Acompanhada por um saboroso molho agridoce. Apenas o tamanho do marisco poderia ser melhorado.

Míscaros grelhados, flor de sal e redução de balsâmico (6,5€)
Saborosos cogumelos, cozinhados no ponto certo e bem temperados. Uma excelente opção para acompanhar com o ótimo pão do couvert e um bom azeite.

Sertã mista de alheira e Morcela com cebola (6.5€)
Uma boa selecção de enchidos nacionais, alheira, morcela e chouriça, cozinhados quanto baste como manda a tradição, acompanharam com uma fantástica cebola cozinhada em azeite até ficar bem translúcida e macia.

Coxinhas de Frango crocantes, Salada e batata frita rústica (12€)
Quando se promete algo crocante é isso mesmo que se espera, e após várias falhas em inúmeros espaços, ficamos sempre com um pé atrás. Na realidade aqui nada foi comprometido, as coxas, de apresentação delicada ( a fazer notar que existe um chefe criativo por trás de tudo), estavam bem crocantes, sem falhas na fritura mais uma vez. As batatas, originais e bem preparadas faziam um bom par com as coxinhas que vinham também acompanhas pelo mesmo molho agridoce dos camarões.

Francesinha em massa de Pizza (10€)
Este prato é um dos principais cartões de visita da Forneria e provavelmente a sua obra mais ousada. Numa cidade onde a francesinha é rainha, e onde todos se acham capazes de a produzir melhor que ninguém, a equipa da Forneria decidiu inovar e apostar. Retirar as fatias de pão a este prato e substitui-las por massa de pizza, criando uma calzone com ingredientes de francesinha é garantidamente ousado. Mas a verdade é que resulta e a meu ver muito bem, não sendo apreciador das gigantes fatias de pão de forma que tanto enfartam. O recheio é o comum, com bife, fiambre, mortadela (muita, para servir de suporte aos restantes ingredientes), linguiça, salsicha fresca e queijo e claro o molho. O molho, saboroso, sem ser demasiado picante é bem conseguido, notando-se a presença de um bom caldo de carne na sua confecção, deveria apenas, na minha opinião ser ligeiramente mais espesso.

Linguini com camarão e tomate seco (10€)
Tradicionalmente um dos pratos mais caros dos restaurantes italianos, esta massa salteada tem aqui uma versão mais em conta, contudo, não menos saborosa ou interessante. Os camarões não sendo de excelência,apresentavam-se em boa quantidade ( por vezes existem restaurantes que se esquecem deles) e muito bem confecionados. O Tomate seco combinou bem com os restantes ingredientes dando ao prato um bom elemento tanto a nível de sabor como de textura. Tudo muito bem conjugado com linguini salteado bem al dente.

Calzone (9,5€)
Bem recheada com cogumelos, fiambre, mozzarela e ovo, esta pizza fechada de massa fina estava delicadamente bem feita, a melhorar apenas a massa que poderia estar mais estaladiça (gostos).

Capriciosa (9,5€)
Com os mesmos ingredientes da calzone, esta pizza apresentou-se em grande forma, base bem cozinhada e crocante, ovo no ponto, e cogumelos de boa qualidade. Um must para os apreciadores dos clássicos.

Provou-se ainda noutra refeição, um bom pão de alho com mozzarela, feito com pão rústico, uma boa pizza portuense (9,5€), com alguns dos ingredientes da francesinha assim como o seu molho. As refeições foram sempre acompanhadas pelas Sangrias da casa (13€) com um destaque claro para a sangria branca, que não deixará nenhum comensal sem alegria.

O serviço é claramente um dos pontos altos desta casa, se por um lado é simples e propositadamente desleixado em alguns aspectos, é alegre e descontraído, como nenhum outro que tenha visitado nos últimos tempos. O responsável pelo restaurante é de uma inigualável simpatia e atenção, a Forneria torna-se facilmente num daqueles espaços em que nos sentimos em casa. Na cozinha, nota-se que existe a mão de bom chefe, a dar um toque técnico e original que torna a cozinha da Forneria diferente e mais original que a maioria dos seus concorrentes directos.

Considerações Finais
Uma fantástica localização, um ambiente que nos transporta até algumas das mais antigas pizzarias italianas e um forno ministrado com qualidade, fazem deste espaço um local obrigatória para pizzas e muito mais. o único ponto potencialmente criticável será o de ao fim de semana existirem 2 blocos de reservas,20h e 22h, tal como na maioria dos restaurantes, a obrigatoriedade de abandonar o restaurante antes das 22h para os clientes anteriores, poderá ser um senão para muitos. Uma opção de gestão de espaço e tempo que com criticas ou não parece funcionar a favor da casa. Dito isto, uma visita torna-se quase obrigatória, e as nossas repetir-se-ão inúmeras vezes.

Forneria São Pedro
Rua Dr. Eduardo de Matos, 84, 4400-434, Afurada, Vila Nova de Gaia
227 722 736

Esta entrada foi publicada em Restaurantes - Porto e com as tags , , , , , , , , . Bookmark the link permanente. Publicar comentário ou deixar um trackback: URL de Trackback.

2 Trackbacks

  • Por O Mercado – Cervejaria do Porto a Setembro 25, 2012 às 3:24 pm

    [...] tem a mão de Luís Américo e dos seus sócios e segue a linha do seu irmão mais velho a Forneria São Pedro, desde o menu à decoração (simples, estranha e estranhamente interessante). Aqui, com um [...]

  • Por Essência do Gourmet 2012 a Dezembro 3, 2012 às 10:57 pm

    [...] Luís Américo dos restaurantes Mesa, Mercado e Forneria São Pedro se apresentou bem terra à terra, fugindo da cozinha do Mesa para a dos seus outros espaços, mais [...]

Publicar Comentário

O seu endereço de e-mail nunca será publicado ou partilhado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*

Pode usar as seguintes tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>