Hotel Arts Barcelona

Na nossa última viagem a Barcelona escolhemos aquele que viria a transformar-se num dos nossos hotéis favoritos na cidade – o Hotel Arts Barcelona.

A caminhada em direção ao hotel é, por si só, uma experiência marcada pelo deslumbramento. O seu imponente exterior de aço e vidro destaca-se no horizonte da cidade, proporcionando uma visão única. O hotel tem uma conjugação perfeita – é um hotel de praia luxuoso e ao mesmo tempo consegue ser um destino sofisticado no centro da cidade.

Construído a partir de 1991 para os Jogos Olímpicos de ’92, o Hotel Arts Barcelona tornou-se famoso pela sua arquitetura única, que redefiniu completamente a paisagem ao seu redor. É uma combinação perfeita de design contemporâneo e luxo tradicional, com 44 andares projetados pelo renomado estúdio de arquitetura Skidmore Owings Merrill, sob a direção deBruce Graham.

O edifico só começo a funcionar como Hotel Arts Barcelona sob a sigla Ritz-Carlton a partir de 1994, e desde aí faz verdadeiramente jus ao nome, o hotel é verdadeiramente uma galeria de arte por si só! Destaca-se a icónica escultura aquática El Peix, projetada por Frank Gehry, uma das mais notáveis entre as mais de 500 peças de arte distribuídas pelo hotel, tendo inclusive colaborações com galerias de arte que usam peças contemporâneas especialmente selecionadas só para o espaço.

Esta foi a nossa primeira viagem com a Francisca, tinha ela 7 meses. Não posso dizer que a escolha do hotel tenha recaído sobre esse facto, mas a verdade é que a localização e o conforto do hotel melhoraram significativamente a experiência de viajar com uma bebé tão pequena e exigente.

Quartos
Com quartos a proporcionar vistas deslumbrantes sobre a cidade e o Mediterrâneo, a nossa Suite Executiva não foi excepção. Decorada com um design mais neutro, que vai ao encontro do padrão habitual dos hotéis com cunho Ritz-Carlton, com móveis discretos, uma cama grande e uma decoração simples mas bastante elegante

Restaurantes
Outro dos hightlights do Arts Barcelona é a panóplia de restaurantes e bares.

Contam-se sete restaurantes e bares dentro do Arts Barcelona, formando uma experiência culinária diversificada, desde cocktails no cosmopolita P41 Bar & Coctelarium até ao prestigiado Enoteca Paco Pérez, com duas estrelas Michelin.

Uma cuidada e ampla seleção de pequeno almoço

Uma cuidada e ampla seleção de pequeno almoço

Pelo meio temos o aclamado Roka, de cozinha japonesa, aberto apenas no verão, o Marina Coastal Food de cozinha mediterrânea, o The Pantry com o seu ambiente mais intimista para um fim de tarde ou jantar mais leve, o Bites, o local ideal para um snack ao longo do dia, um vinho a meia da tarde ou apenas uma reunião de trabalho e o Lokal que nos presenteia com a primeira refeição do dia.

Serviços
Aqui devemos ressalvar uma versatilidade notável, sendo um dos elementos chave do Arts Barcelona – o 43 The Spa. Uma espécie de refúgio que quase nos permite tocar as nuvens.

Uma espécie de duplex situado no topo do hotel com várias zonas de relaxamento, salas de massagem, turco, piscina e sauna com, provavelmente, uma das melhores vistas do mundo!

Um único senão que não compreendo – o spa não tem acesso gratuito a hóspedes. E não falo de realizar algum tipo de terapia, que obviamente teria que ser paga, falo de usufruir apenas das instalações e do circuito de água. Compreendo a necessidade de marcação, para garantir uma maior privacidade e momento de ócio, não consigo compreender o facto de hóspedes terem que pagar para usufruir das instalações.

Voltando aos serviços do Arts Barcelona. Além dos belos jardins onde nos podemos perder, o hotel conta com duas piscinas, uma exterior mais orientada para famílias e uma piscina infinita apenas para adultos, excelente regra, que permite a quem viaja sem crianças usufruir de momentos de relaxamento.

No que a áreas de bem-estar diz respeito, o hotel conta ainda com ginásio perfeitamente completo para o mais exigente dos atletas.

Para quem viaja a trabalho e decide ficar num dos melhores hotéis da cidade, saiba que o Arts Barcelona conta com 14 salas para eventos como conferências, reuniões ou palestras, assim como um salão de festas que consegue acomodar mais de 1000 convidados.

De salientar que cada sala pode ser perfeitamente personalizável de acordo com o evento em si.

Para quem usa a exclusividade como mote das suas viagens, o hotel tem o Club Floor e o Executive Club Lounge, uma espécie de item básico habitual do Ritz-Carlton. Um pequeno paraíso para os hóspedes Premium, com check-in privativo e refeições gratuitas ao longo do dia.

Uma primeira viagem fantástica com a “fera”

Concluindo, eu diria que o Hotel Arts Barcelona tem a simbiose perfeita entre o mar, a cidade e a arte. E que volvidos 30 anos, não só acompanhou as mudanças, como soube reinventar-se para se manter como um dos mais imperdíveis hotéis da cidade.

This entry was posted in Hotéis. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Skomentuj

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*